Terça, 07 de Dezembro de 2021 02:24
83 9.9870-0330
Policial Paraíba

“R$ 20 milhões”: Polícias prendem em Patos um dos assaltantes de banco mais procurados do Nordeste

Ele foi preso na tarde desta quinta-feira, 25 de novembro, na cidade de Patos.

25/11/2021 18h55 Atualizada há 2 semanas
Por: João Luis Gomes Fausto Fonte: Assessoria - Polícia Civil da Paraíba
Créditos: Divulgação/ Assessoria
Créditos: Divulgação/ Assessoria

Uma ação conjunta da Polícia Civil da Paraíba, Polícia Civil do Rio Grande do Norte e Polícia Rodoviária Federal resultou na prisão de um dos assaltantes de banco mais procurados do Nordeste. Ele foi preso na tarde desta quinta-feira, 25 de novembro, na cidade de Patos.

 

O homem preso tem 40 anos de idade e é foragido da justiça. Ele estava entre os detentos que fugiram do presídio PB-1, em 2018, mas já havia sido capturado no mesmo ano, em ação conjunta das polícias civis da Paraíba e do Rio Grande do Norte. O assaltante conseguiu sair da cadeia mediante determinação judicial, mas teve novo mandado de prisão decretado, que foi cumprido pelas equipes da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (DRACO/PCPB) e da Deicor/PCRN, com o apoio da PRF.

 

De acordo com investigações da PCRN, o capturado chegou a movimentar em torno de R$ 20 milhões por mês nos dois estados, chefiando negócios ligados ao tráfico de drogas. Os roubos a instituições financeiras e a carros-fortes, dos quais o investigado participou, também serviam para financiar o comércio de drogas.

 

“Era um dos criminosos mais procurados no Nordeste, tendo em vista sua posição na hierarquia do crime, chefiando organizações criminosas que causam grandes prejuízos à sociedade. No Rio Grande do Norte, investigações apontam a participação dele em vários ataques a bancos”, disse o delegado Diego Beltrão, da DRACO.

 

O assaltante está sendo ouvido na delegacia e deverá ser encaminhado a uma unidade prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias