Terça, 21 de Setembro de 2021 23:41
83 9.9870-0330
Política Paraíba

Cássio garante que PSDB apoiará candidatura de Romero Rodrigues a governador

A movimentação política das últimas horas entre expoentes do PSDB e do PSD foi articulada com o objetivo de pôr um fim às versões de que tucanos poderiam apoiar uma eventual candidatura do senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB) ao governo do Estado em aliança com Cássio, que sairia candidato ao Senado em 2022.

29/07/2021 15h58
Por: João Luis Gomes Fausto Fonte: Os Guedes - Nonato Guedes
Foto: Ângelo Medeiros
Foto: Ângelo Medeiros

O ex-senador Cássio Cunha Lima, um dos principais líderes do PSDB na Paraíba, afirmou hoje, em entrevista à imprensa, num hotel de João Pessoa, que o partido apoiará a candidatura do ex-prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD) ao governo do Estado, nas eleições do próximo ano, pelo bloco de oposição ao esquema do governador João Azevêdo (Cidadania), que está no poder. Com a manifestação de Cássio, o PSDB praticamente sinaliza na direção da retirada de idêntica postulação do deputado federal Pedro Cunha Lima, presidente da legenda, ao papel de candidato do grupo ao Palácio da Redenção. Presente na coletiva, Pedro confirmou que apoia a pretensão de Romero e defendeu o esforço para unidade da oposição.

 

A movimentação política das últimas horas entre expoentes do PSDB e do PSD foi articulada com o objetivo de pôr um fim às versões de que tucanos poderiam apoiar uma eventual candidatura do senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB) ao governo do Estado em aliança com Cássio, que sairia candidato ao Senado em 2022. A hipótese foi levantada a partir de declarações do vereador Mikika Leitão, do MDB de João Pessoa, pregando a candidatura própria de Veneziano, que até aqui tem firmado posição de compromisso com a candidatura do governador João Azevêdo à reeleição. O secretário de Governo Roberto Paulino, que é também dirigente do MDB, considerou isolado o lançamento feito pelo vereador e revelou confiança em que Veneziano continua fechado com a candidatura de Azevêdo a um novo mandato. As especulações desagradaram profundamente o ex-prefeito Romero Rodrigues, que teria cobrado, em reuniões internas e conversas reservadas, uma definição mais clara a respeito do processo eleitoral do próximo ano.

 

Hoje, em rede social, ao tomar conhecimento do anúncio da retirada da presumível candidatura de Pedro Cunha Lima e da manifestação de apoio do ex-governador Cássio ao seu nome, Romero Rodrigues se disse honrado, fortalecido e confiante no seu projeto de conquistar o Executivo estadual depois de cumprir duas gestões à frente da prefeitura de Campina Grande e eleger seu sucessor, Bruno Cunha Lima, do PSD, no primeiro turno das eleições de 2020. Bruno, aliás, que veio a João Pessoa para contatos com Cássio e Pedro Cunha Lima, qualificou enfaticamente como “meras especulações” as insinuações de apoio do seu esquema político a uma provável candidatura de Veneziano. Salientou que diálogos entre políticos podem ocorrer, sem implicar em alinhamento sobre candidaturas e lembrou a recente audiência institucional que manteve com o governador Azevêdo, a quem combate. Por sua vez, Cássio Cunha Lima deixou claro que é importante que a oposição, desde agora, defina pontos de entendimento para fazer face ao “rolo compressor oficial” nas eleições de 2022.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias